04/08/2023 às 09h22min - Atualizada em 04/08/2023 às 09h22min

Santarém: Polícia prende fazendeiro por ameaçar dar tiro em Lula durante viagem ao Pará

Lula chega à Belém nesta sexta-feira, 04.

Da redação - com informações de G1

Agência Brasil
A Polícia Federal prendeu no fim da tarde desta quinta-feira, 3, um fazendeiro do Pará que teria ameaçado “dar um tiro” no presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que estará no Estado nos próximos dias. A prisão foi em Santarém, Oeste do Pará.

De acordo com pessoas próximas à investigação, André Luiz Teixeira chegou a tentar descobrir o hotel em que Lula vai se hospedar em Santarém. Lula deve chegar à cidade nesta sexta-feira, 4.

Prefeitura de Belém pede extensão do uso do aterro de Marituba por mais seis meses


Em comunicado, a PF afirma que o homem teria feito as ameaças enquanto fazia compras em uma loja de bebidas na quarta-feira, 2. Enquanto realizava a compra, o homem teria dito que daria um tiro na barriga do presidente e perguntado aos presentes se sabiam onde ele se hospedaria quando fosse ao município. 

O inquérito aberto após uma das testemunhas realizar uma denúncia logo após o ocorrido. Ele responderá pelos crimes de ameaça e incitação de atentado contra autoridade por motivação política. 

O fazendeiro é apontado ainda como homem vinculado à grilagem e ao garimpo. Ele teria terras avaliadas em mais de R$ 2,5 milhões. 

Ao ser encontrado pela PF nesta quinta, o suspeito disse aos policiais que teria participado dos atos de 8 de janeiro, em Brasília, e que teria invadido o salão verde da Câmara dos Deputados. O próprio homem teria dito que ele teria participado das manifestações em frente ao 8º Batalhão de Engenharia de Construção situado na cidade de Santarém durante 60 dias ininterruptos e que, inclusive, financiou a manifestação com R$1 mil todos os dias.

Nas redes sociais, o ministro da Justiça, Flávio Dino, disse na noite desta quinta-feira que as ameaças a autoridades dos Poderes da República “não é liberdade de expressão” e que a PF “seguirá aplicando a lei contra criminosos”.

 

ACOMPANHE O JORNAL PARÁ

Quer ficar bem-informado sobre os principais acontecimentos do Pará e do Brasil? Siga o Jornal Pará nas redes sociais. O JP está no Instagram, YouTube, Twitter e Facebook.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalpara.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp