08/10/2022 às 14h45min - Atualizada em 08/10/2022 às 14h45min

Eleições 2022: Empresário é indiciado e vai pagar multa de R$300 mil, no Pará, por compra de votos para Presidência

Dono da Cerâmica Modelo gravou novo vídeo em que pede desculpas para empregados e admite erro

Bianca Botelho

Após um vídeo que circulou essa semana nas redes sociais onde um empresário promete pagar R$200,00 a cada funcionário que não votasse no candidato Lula (PT), em São Miguel do Guamá, nordeste do estado do Pará. Maurício Lopes Fernandes Júnior, que atua no ramo de cerâmicas, foi indiciado por compra de votos pela Polícia Federal (PF) nesta sexta-feira, 7, além de ter que pagar R$ 300 mil de multa.

Segundo a Polícia Federal a operação “duzentão” cumpriu mandado de busca e apreensão nesta quinta e sexta-feira (6 e 7/10), para prevenção e o combate aos crimes eleitorais, com apoio do Ministério Público do Trabalho e auditores fiscais do trabalho.


Investigação


O Dono de uma cerâmica, foi ouvido pelo chefe da operação, admitindo que era ele no vídeo. Por haver indícios de autoria e materialidade, foi feito o indiciamento por condutas relacionadas a crimes eleitorais. O empresário responderá em liberdade. Também foram ouvidos trabalhadores, que confirmaram o que foi visto no vídeo. Mas não a ameaça de demissão em caso de insucesso do candidato apoiado no pleito.


A Operação “Duzentão” obteve mandado de busca e apreensão, além de quebra de sigilo de dados. Foi feita análise de documentos no local, não sendo necessária a apreensão.


Segundo turno das Eleições 


Após o primeiro turno das eleições, a PF continua a prevenção e o combate aos crimes eleitorais que possam vir a interferir na livre manifestação dos votos para o segundo turno das eleições de 2022.


E ressaltam ainda a importância da participação da sociedade para combate dos crimes eleitorais.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalpara.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp