03/05/2023 às 19h00min - Atualizada em 03/05/2023 às 17h23min

Governo vai retirar invasores de terra indígena no Pará

O Governo Federal inicia hoje, 03/05, o segundo processo de desintrusão de terras indígenas em menos de seis meses. Cerca de 1600 pessoas serão notificadas pelo Governo para deixar a Terra Indígena Alto do Rio Guamá, uma área de cerca de 280 mil hectares no Pará, até o dia 31 de maio. A partir desse prazo, os invasores que não saírem da terra espontaneamente serão alvo de retirada forçada.

O processo de desintrusão da terra indígena do Alto do Rio Guamá foi determinado pela Justiça em 2014, mas até o momento a ordem não havia sido cumprida. O local pertence às etnias Tembé, Timbira e Kaapo, e foi demarcado há 30 anos.

 

Bolsonaro se emociona ao comentar busca da PF em sua casa



Em anúncio no Palácio do Planalto, a ministra dos Povos Indígenas, Sonia Guajajara, afirmou que a retirada dos invasores será feita de forma pacífica.

“Estamos trabalhando para que possa ser uma saída pacífica, tranquila. O conflito não interessa ninguém. A gente não quer que essa ação promova mais violência no território”, disse a ministra.

A operação de desintrusão, coordenada pela Secretaria-Geral da Presidência da República, terá a participação do Ministério dos Povos Indígenas, do Ministério da Defesa, do Ibama, da Funai, da Polícia Federal, da Polícia Rodoviária Federal (PRF), da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), e da Força Nacional.


ACOMPANHE O JORNAL PARÁ

Quer ficar bem-informado sobre os principais acontecimentos do Pará e do Brasil? Siga o Jornal Pará nas redes sociais. O JP está no Instagram, YouTube, Twitter e Facebook.

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalpara.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp