21/07/2023 às 10h47min - Atualizada em 21/07/2023 às 10h47min

Drones ajudam PF e Ibama a flagrar extração ilegal de madeira em Terra Indígena no Pará

Vereador de cidade o Oeste paraense é suspeito de 'coordenar a extração das madeiras no interior da TI Cachoeira Seca, no sudoeste do estado, segundo a Polícia Federal, que segue investigando o caso.

Da redação - com informações da PF

Jornal Pará Publicidade 790x90

Polícia Federal / Divulgação
Uma operação federal contra desmatamento ilegal apreendeu e destruiu materiais usados na extração ilegal de madeira na terra indígena Cachoeira Seca em Altamira, sudoeste do Pará. Drones e geolocalização precisaram ser usados pelos gentes federais para identificar o local das irregularidades.

Segundo a Polícia Federal, um vereador da cidade Placas, no Oeste paraense, é suspeito de "coordenar a extração das madeiras no interior da Terra Indígena". O nome dele não foi informado pela investigação.

Belém: Princípio de incêndio atinge Casa do Menino Jesus


A Operação Massaranduba foi deflagrada na quarta-feira (19) pela Polícia Federal e Ibama e divulgada nesta quinta (20). Um caminhão e ferramentas foram destruídos. "Inúmeras toras de madeira ilegal" foram encontradas na ação e seriam transportadas durante a noite "para despistar a fiscalização".

Suspeitos foram abordados no local da extração ilegal de madeira e ouvidos pela polícia. Não houve prisões e as investigações continuam.

ACOMPANHE O JORNAL PARÁ
Quer ficar bem-informado sobre os principais acontecimentos do Pará e do Brasil? Siga o Jornal Pará nas redes sociais. O JP está no Instagram, YouTube, Twitter e Facebook.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalpara.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp