05/08/2022 às 11h01min - Atualizada em 05/08/2022 às 11h01min

Bujaru: comunidade interdita Alça Viária em protesto contra o aterro na cidade

Manifestantes protestam por suposta alteração do aterro de Marituba para Bujaru

Yuri Siqueira

Jornal Pará Publicidade 790x90

A população de Bujaru decidiu fechar parte da Alça Viária no quilômetro 19 da PA 483, para protestar com a possível mudança do aterro que atende à região metropolitana de Belém para a cidade, na manhã desta sexta-feira, 5. A mudança pode ocorrer sem a consulta pública.

Parte da via está interditada criando um longo engarrafamento de carros e caminhões.

Em nota, a Guamá Resíduos, empresa que faz a gestão do aterro na região metropolitana, afirma que em consonância com a Política Nacional de Resíduos Sólidos, está de acordo com qualquer manifestação das comunidades contrárias ao funcionamento de lixões, que trazem prejuízos ambientais e sociais no seu entorno. A empresa se coloca à disposição da população e das autoridades e não medirá esforços para discutir as soluções para o fechamento dos lixões ainda existentes nos municípios do Pará, combatendo assim o descarte irregular e a falta de tratamento adequado dos resíduos sólidos gerados pela população paraense.

A empresa acrescenta que o seu Aterro Sanitário, localizado no município de Marituba, recebe cerca de 1.300 toneladas de resíduos todos os dias, onde são tratados adequadamente, de acordo com a legislação ambiental, com sistemas de encapsulamento dos resíduos sólidos, tratamento do chorume e captação e queima do biogás gerados no aterro, devidamente licenciado pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (SEMAS/PA).

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalpara.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp