27/07/2022 às 18h15min - Atualizada em 27/07/2022 às 18h15min

Validade de milhares de vacinas contra a Covid-19 estão prestes a expirar em Marabá

Cerca de 10 mil doses de imunizantes podem ser jogadas fora até amanhã (29) devido à baixa procura da população.

Da Redação

Jornal Pará Publicidade 790x90

Foto: Internet
A população marabaense após meses de aflição esperando pelas doses que previnem os graves sintomas da Covid-19, em 2021, neste ano parece que esqueceu a importância da imunização para garantir a normalidade e evitar que o vírus volte a causar grandes prejuízos para muitas famílias. Segundo a prefeitura municipal de Marabá, uma média de 10 mil doses de vacinas contra o Coronavírus podem ser descartadas até sexta-feira, dia 29.

O motivo do grande descarte é devido a validade das vacinas estar se aproximando do fim, o que impossibilita a aplicação do imunizante na população. Ainda segundo a prefeitura, o vencimento é ocasionado pela baixa procura da população de Marabá pela vacinação, principalmente nas doses de reforço.

Para a Secretaria de Estado de Saúde (Sespa), a recomendação no momento é que seja realizada uma campanha emergencial de imunização para não perder as vacinas. Em dados emitidos pelo Departamento de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde de Marabá (SMS), os adolescentes são o público com menor procura pelas vacinas nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) do município. E para o cenário ser ainda mais preocupante: as buscas pelas 3ª e 4ª doses vêm caindo para 71% na população entre 18 e 59 anos.

O SMS informou também que a única faixa etária com maior cobertura vacinal no município é a dos idosos. A secretaria informou que 100% dos idosos tomaram a 1ª dose e 95% receberam a 2ª. Mas as doses de reforço caíram para 65% já na 3ª dose, enquanto apenas 30% dos idosos receberam a 4ª vacina.

“Hoje nós temos vacinas disponíveis. Praticamente 11 mil doses irão vencer até sexta-feira. E a nossa preocupação é ‘onde está nossa população que não quer tomar nossa vacina?’ A gente tem que chamá-la para poder fechar o esquema vacinal, tanto da primeira como da segunda, da terceira, da quarta dose que estão disponíveis”, alertou o coordenador do departamento de imunização, Fernando Gomes.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalpara.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp