01/03/2024 às 11h30min - Atualizada em 01/03/2024 às 11h45min

Adolescente é suspeito de atirar e matar o pai, em Belterra

As investigações e relatos colhidos no local indicam que o adolescente é o principal suspeito do homicídio.

Da redação

Reprodução
Um jovem de 16 anos é suspeito de ter causado a morte de seu próprio pai na tarde de quarta-feira, 28, na região de Belterra, no oeste do Pará. O incidente ocorreu na localidade conhecida como Pini, dentro da Floresta Nacional do Tapajós, após uma acalorada discussão entre os dois familiares.

De acordo com as autoridades locais, a vítima, um homem de 37 anos, foi atingida no peito por um disparo de espingarda e, infelizmente, não resistiu aos ferimentos. As investigações e relatos colhidos no local indicam que o adolescente é o principal suspeito do homicídio.

LEIA TAMBÉM: Veneno de aranha brasileira pode ser fundamental para tratamento do câncer


Informações preliminares sugerem que o jovem teria efetuado o disparo em autodefesa, alegando uma possível ameaça por parte do pai. Entretanto, as autoridades já iniciaram as investigações para determinar se o tiro foi intencional ou acidental. Residentes da área também informaram à polícia que o adolescente tinha acesso à arma de fogo, pois costumava limpá-la antes de sair para caçar. Essa informação também está sendo verificada.

Moradores locais indicaram que a vítima havia sido recentemente liberada da prisão, onde cumpria pena por um suposto crime de estupro. Tanto a Polícia Civil quanto a perícia técnica estiveram no local conduzindo as investigações e realizando a remoção do corpo.

Com informações de Roma News

ACOMPANHE O JORNAL PARÁ
Quer ficar bem-informado sobre os principais acontecimentos do Pará e do Brasil? Siga o Jornal Pará nas redes sociais. O JP está no Instagram, YouTube, Twitter e Facebook.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalpara.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp