02/02/2024 às 12h30min - Atualizada em 02/02/2024 às 12h45min

PSOL e REDE processam deputado bolsonarista por publicação no Instagram

O deputado estadual Rogério Barra (PL), foi processado judicialmente através de uma Representação pela publicação de um vídeo com a hashtag "#VazaED", em janeiro deste ano.

Da redação

Jornal Pará Publicidade 790x90

Reprodução / Redes Sociais
O deputado estadual Rogério Barra (PL), filho do deputado federal e pré-candidato à prefeitura de Belém, Eder Mauro (PL), foi processado judicialmente pela Federação REDE-PSOL. O político publicou, no dia 7 de janeiro, um vídeo da campanha eleitoral de Edmilson Rodrigues (PSOL) em 2020. Na ocasião, o atual prefeito da cidade falou que a prefeitura, caso saísse vitorioso daquela eleição, seria “um projeto de felicidade” para o povo. No vídeo, montado pela equipe Rogério, havia uma rua alagada com um homem andando de Caiaque.

O deputado estaria fazendo propaganda eleitoral antecipada ao pai, sobretudo por uma hashtag intitulada “#VazaEd”, no rodapé da publicação no Instagram.

LEIA TAMBÉM: Justiça Federal condena ex-prefeito de Acará e mais quatro pessoas por improbidade administrativa


"O Representado, na sua página oficial da rede social Instagram, veiculou postagem em vídeo com claro intuito de promover propaganda eleitoral antecipada, em total desacordo com a legislação eleitoral, cujo conteúdo pode ser encontrado em seu perfil." Trecho da representação.

O intuito da publicação, de acordo com um trecho da representação, seria fazer o eleitor não votar em Edmilson.

"A postagem, além de ter sido veiculada em período não permitido pela legislação, para além da mera liberdade de expressão, utiliza como recurso críticas à gestão municipal da pessoa política de Edmilson Rodrigues, pertencente à Federação Representante, juntamente com o termo “VAZA ED”, o que, em ano eleitoral, denota o claro intento de explanar um pedido explícito para não votar em candidato da parte Representante."

"Nesse raciocínio, em relação ao termo “VAZA”, bem como a divulgação de críticas à administração municipal caracterizam-se como propaganda antecipada negativa, isto é, no ano eleitoral, o Representado, além de criticar a atual administração municipal, pede, divulga e, principalmente, incita a saída do atual Prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues, pré-candidato à reeleição, do cargo de gestor municipal, o que representa claro atentado não só à imagem de Edmilson, mas à lisura do vindouro pleito eleitoral."

Representação Judicial contra Rogério Barra.

Na última quinta-feira (1º), o deputado bolsonarista se manifestou nas redes, mostrando, com deboche, que teria recebido o processo. 

 
 
 
 
 
 
 

“Acabei de descobrir que fui processado judicialmente pelo PSOL. Eles não gostaram do ‘#VazaEd’. Foi mal, mas… #VazaEd”, escreveu. Na legenda, o parlamentar reiterou: “por favor, não usem #VazaED”.

Com informações de Estado do Pará Online

ACOMPANHE O JORNAL PARÁ
Quer ficar bem-informado sobre os principais acontecimentos do Pará e do Brasil? Siga o Jornal Pará nas redes sociais. O JP está no Instagram, YouTube, Twitter e Facebook.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalpara.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp