22/05/2024 às 10h30min - Atualizada em 22/05/2024 às 10h45min

VÍDEO: Sergio Moro elogia independência do Judiciário após TSE rejeitar cassação

O senador enfrentava acusações de caixa dois, abuso de poder econômico, uso indevido dos meios de comunicação e irregularidade em contratos, mas foi absolvido por unanimidade, com 7 votos a 0.

Jornal Pará

Hugo Barreto/Metrópoles
O senador Sergio Moro (União-PR) elogiou a independência do Poder Judiciário após o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) rejeitar, na noite da última terça-feira, 21, o pedido de cassação de seu mandato. “Foi um julgamento muito técnico e independente no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), e temos que elogiar a independência do Judiciário Brasileiro”, declarou o ex-juiz da Operação Lava Jato.

Moro, acompanhado pela esposa Rosângela, deixou seu gabinete e reiterou a importância de um Judiciário autônomo após a decisão favorável. O senador enfrentava acusações de caixa dois, abuso de poder econômico, uso indevido dos meios de comunicação e irregularidade em contratos, mas foi absolvido por unanimidade, com 7 votos a 0.

LEIA TAMBÉM: Idoso é preso com carga de 175 quilos de maconha na BR-158, no sul do Pará


O Julgamento - O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu, por unanimidade, manter o mandato do senador Sergio Moro, rejeitando os recursos que pediam sua cassação. Os ministros André Ramos Tavares, Cármen Lúcia, Nunes Marques, Raul Araújo, Isabel Galloti e Alexandre de Moraes acompanharam o voto do relator, ministro Floriano de Azevedo Marques.
 
Em seu voto, o relator destacou que os gastos de pré-campanha de Moro, que totalizaram R$ 777 mil, representaram apenas 17,47% do teto fixado para a campanha ao Senado pelo Paraná. Com isso, afastou-se a hipótese de abuso de poder econômico alegada nas ações apresentadas pelo PL e PT.

Com informações do Bnews e Metrópoles

ACOMPANHE O JORNAL PARÁ
Quer ficar bem-informado sobre os principais acontecimentos do Pará e do Brasil? Siga o Jornal Pará nas redes sociais. O JP está no Instagram, YouTube, Twitter e Facebook.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalpara.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp