25/01/2024 às 11h30min - Atualizada em 25/01/2024 às 11h45min

Ciro Gomes vira réu por calúnia após chamar Damares de ‘bandida nazifascista’

Após ser intimado, ele terá até dez dias para apresentar a sua defesa.

Da redação

Jornal Pará Publicidade 790x90

Reprodução
O ex-candidato à Presidência Ciro Gomes (PDT-CE) virou réu após chamar a senadora Damares Alves (Republicanos-PR) de “bandida nazifascista da quadrilha de Jair Bolsonaro”. A 3ª Vara Criminal do Ceará aceitou a queixa-crime da parlamentar por enxergar indícios de “conduta delituosa” nas declarações do pedetista.

Segundo o colunista Ancelmo Gois, Ciro responderá por calúnia, injúria e difamação. Após ser intimado, ele terá até dez dias para apresentar a sua defesa. Meses antes, houve uma audiência de conciliação que não resultou em um acordo.

LEIA MAIS: Inscrições para o Sisu terminam hoje, 25


A declaração de Ciro envolvendo a até então ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos ocorreu em maio de 2020, durante uma entrevista. Na ocasião, ele a acusou de utilizar a estrutura do ministério para financiar “o ativismo nazifascista”.

“Essa bandida dessa Damares, que eu sei bem o que estou dizendo, é uma bandida nazifascista. (…) Damares é uma bandida que está se prestando a esse serviço, para os filhos bandidos e a quadrilha do Bolsonaro, para pagar o ativismo nazifascista. Tô dizendo. As pessoas acham, às vezes, que sou muito duro, mas a gente tem que se precatar. É uma bandida perigosa”, disse.

ACOMPANHE O JORNAL PARÁ
Quer ficar bem-informado sobre os principais acontecimentos do Pará e do Brasil? Siga o Jornal Pará nas redes sociais. O JP está no Instagram, YouTube, Twitter e Facebook.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalpara.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp