19/01/2024 às 11h00min - Atualizada em 19/01/2024 às 11h15min

Lula e PT podem abandonar reeleição de Edmilson por alta rejeição.

A situação crítica de Edmilson, faz com que a esquerda, seu principal alicerce, lhe abandone.

Da redação

Jornal Pará Publicidade 790x90

Reprodução
A pouco meses das eleições municipais de 2024, o prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues (PSOL), acumula a maior avaliação negativa sobre uma gestão na história da capital. A situação crítica de Edmilson, faz com que a esquerda, seu principal alicerce, lhe abandone. As informações são de que a costura do apoio do PT para a reeleição nas eleições de outubro, em Belém vem sendo intensa. Para isso, o atual prefeito ofereceu mais uma vez a indicação do vice-prefeito, porém o Partido dos Trabalhadores ainda não tem um nome consolidado.

LEIA TAMBÉM: MP move ação contra vereador de Ananindeua por discurso de ódio e discriminação ao público LGBTQIA+


O que joga contra por esse apoio é a baixa popularidade que Edmilson tem na capital paraense. Segundo levantamento da Atlas/Intel, divulgado em 2 de janeiro, Edmilson é o pior prefeito em avaliação em todas as capitais do país, com apenas 6% de aprovação. Inclusive a situação desgastada e pesquisas mostrando o cenário crítico de Belém já estão em mesas palacianas e sendo avaliadas pelo Presidente Luiz Inácio Lula da Silva em buscar novas alternativas.

As pesquisas de intenção de voto também não o ajudam. Em levantamento realizado de 2 a 6 de novembro de 2023 em Belém, o aliado de Jair Bolsonaro (PL), o deputado Éder Mauro (PL-PA), tem 24% das intenções de voto. Edmilson aparece logo depois, com 16,6%.

O PT ainda não tem nome para indicar porque o diretório estadual não quer “entrar numa barca furada”. O partido acredita que lançar um nome próprio é mais vantajoso justamente por não haver rejeição na capital. O nome do Senador Beto Faro e da deputada federal Dilvanda Faro são nomes cogitados pra ser cabeça de chapa petista.

Com informações de Blog do Noblat – Metrópoles

ACOMPANHE O JORNAL PARÁ
Quer ficar bem-informado sobre os principais acontecimentos do Pará e do Brasil? Siga o Jornal Pará nas redes sociais. O JP está no Instagram, YouTube, Twitter e Facebook.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalpara.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp