06/11/2023 às 09h06min - Atualizada em 06/11/2023 às 09h45min

No Pará, 29% dos inscritos no Enem faltaram

Número de ausentes representou 29% do total de inscritos.

Da redação

Jornal Pará Publicidade 790x90

Cristino Martins/Oliberal
O Ministério da Educação (MEC) e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) realizaram uma coletiva de imprensa, na noite deste domingo, 05/11, para apresentar o balanço da realização da prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2023. Durante o evento, o Ministério revelou que 29% dos inscritos no estado do Pará faltaram a prova no primeiro dia de aplicação. Levando em consideração os 229.180 inscritos, a porcentagem é equivalente a 66.462 candidatos. 

Comparando com o ano anterior, o Pará teve um aumento de 14,68% nas inscrições para o Enem em comparação com a edição de 2022, quando foram registrados 199.843 inscritos. A capital do estado, Belém, conta com 63.319 inscritos.

​LEIA MAIS: Canaã Futebol Clube faz história ao conquistar o título da Segundinha Paraense


Durante a coletiva de imprensa, o ministro da Educação, acompanhado pelo presidente do Inep, Manuel Palacios, destacou também que nacionalmente, o número de faltosos representou 28,1% do total de inscritos. Além disso, segundo os dados apresentados, 4.293 candidatos foram eliminados em todo o Brasil por descumprirem alguma regra do certame.  

“A aplicação da prova o ocorreu dentro da normalidade esperada. Não tivemos flagrantes graves, como cola eletrônica", informou o secretário de Segurança Pública e Defesa Social do Pará (Segup), Ualame Machado. A operação foi iniciada às 6h da manhã do domingo, com agentes de segurança realizando a escolta das provas feitas pelos funcionários dos Correios. O único incidente registrado aconteceu em Bragança, oeste do estado. Segundo o secretário, um aluno foi desclassificado por ser levar uma “cola” para o exame.

ACOMPANHE O JORNAL PARÁ
Quer ficar bem-informado sobre os principais acontecimentos do Pará e do Brasil? Siga o Jornal Pará nas redes sociais. O JP está no Instagram, YouTube, Twitter e Facebook.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalpara.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp