03/11/2023 às 12h20min - Atualizada em 03/11/2023 às 12h30min

Mulher grávida e filha, de três anos, são mortas com golpes de terçado em Afuá, no Marajó

Os corpos foram encontrados jogados no terreno onde as vítimas moravam.

Da redação

Jornal Pará Publicidade 790x90

Reprodução
O assassinato brutal de uma mulher identificada como Amanda Caroline da Luz Coelho, que estaria gravida, e a filha, uma criança de três anos, chocou moradores no município de Afuá, no arquipélago do Marajó, na última quarta-feira, 01. As vítimas foram mortas a golpes de terçado por um homem que teria um desentendimento com o marido de Amanda e os corpos só foram encontrados nesta quinta-feira, 02.

Segundo informações da Polícia Militar, moradores acionaram a guarnição relatando que duas pessoas teriam sido assassinadas no município. A população relatou para as autoridades que as vítimas seriam uma mulher, que estava gravida, e uma criança de apenas 3 anos, que seria filha da vítima. Os corpos foram encontrados jogados no terreno onde as vítimas moravam.

Ao chegarem no local, a PM com a Polícia Civil constataram a veracidade dos fatos, e isolaram a área.

LEIA MAIS: Governador de Goiás pede impeachment de desembargador que defendeu extinção da PM


Segundo o relatório da PM, o suspeito identificado como Alex Ferreira de Lima, conhecido na localidade como Gordo, teria ido até a casa das vítimas por volta das 15h e assassinado as duas com um terçado. A esposa do suspeito foi interrogada e relatou que, após Alex chegar em casa, visivelmente alterado, falou que iria até a casa de Antônio Marcos, que seria o marido da vítima, para matá-lo.

Conforme a PM, a mulher foi encontrada sem roupas e com vários golpes de terçado na cabeça, além disso, ela estaria com uma das mãos decepada. Já a criança, foi encontrada com as vestes abaixadas, também com golpes de terçado na cabeça.

Buscas

Após confirmarem o crime, as autoridades realizaram diligências para encontrar o suspeito. Porém, segundo informações de populares, ele teria furtado uma rabeta e fugido supostamente em direção à cidade de Macapá, no Amapá.

Pedido de prisão

A delegada que está a frente do caso, informou que irá pedir a prisão preventiva do principal suspeito, e informou que está realizando as tratativas com o Ministério Publico e o Judiciário de Afuá para expedir o mandado de prisão.

Com informações de PM

ACOMPANHE O JORNAL PARÁ
Quer ficar bem-informado sobre os principais acontecimentos do Pará e do Brasil? Siga o Jornal Pará nas redes sociais. O JP está no Instagram, YouTube, Twitter e Facebook.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalpara.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp