19/05/2023 às 07h36min - Atualizada em 19/05/2023 às 07h36min

240 kg de queijo é apreendido em Conceição do Araguaia

A carga foi incinerada após os procedimentos legais: queijo armazenado sem refrigeração adequada e em veículo inapropriado

Carlos Yury - com informações de Ascom ADEPARÁ

Divulgação
Fiscais da Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Pará (Adepará) apreenderam 240 quilos de queijo sendo transportados de forma irregular, na quarta-feira (17) em Conceição do Araguaia, regiãos sul do Pará. O produto estava armazenado sem refrigeração adequada e em veículo inapropriado, o que poderia colocar em risco a saúde do consumidor. A apreensão foi realizada em parceria com a equipe da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefa) e Polícia Rodoviária Estadual (PRE).

O fiscal agropecuário e gerente de Trânsito da Agência, Paulo Bastos, falou sobre a importância da apreensão da mercadoria para a saúde pública. “A apreensão do carregamento de queijo irregular é uma medida de proteção à saúde da população, pois o objetivo da fiscalização sanitária é garantir que os alimentos disponibilizados no mercado estejam em condições adequadas para consumo, evitando a comercialização de produtos que possam representar riscos à saúde dos consumidores”, informou.

O queijo do tipo muçarela, embalado em barras, foi encontrado no bagageiro de um ônibus de transporte interestadual, que tinha como destino os municípios de Eldorado e Gurupi, no Estado do Tocantins.

Reta final: 14 milhões ainda não declararam o Imposto de Renda


Infração - As 60 barras foram apreendidas porque estavam sem refrigeração adequada, o que infringe as normas sanitárias sobre o transporte de produtos de origem animal. Também estava sem nota fiscal e continha apenas o Selo de Inspeção Estadual (SIE), o que permite o transporte somente dentro do território paraense. 

Selos de garantia - A população deve estar atenta aos rótulos e embalagens dos alimentos, verificando se estão devidamente lacrados e dentro do prazo de validade, e se possuem selo de inspeção: SIM (municipal), SIE, SIF (federal) ou de Produto Artesanal.

Quando o produto possui o selo do Serviço de Inspeção Estadual significa que foi inspecionado e fiscalizado durante sua produção. A finalidade do selo é controlar os aspectos higiênico-sanitários dos produtos, bem como cadastrar e credenciar estabelecimentos que comercializam, e também que realizam a produção, o armazenamento e beneficiamento de produtos de origem animal, para reduzir o risco de danos à saúde.

 

ACOMPANHE O JORNAL PARÁ

Quer ficar bem informado sobre os principais acontecimentos do Pará e do Brasil? Siga o Jornal Pará nas redes sociais. O JP está no Instagram, YouTube, Twitter e Facebook.



Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalpara.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp