11/12/2023 às 08h08min - Atualizada em 11/12/2023 às 08h08min

Incêndio no assentamento do MST em Parauapebas deixa 9 vítimas fatais

O incêndio que destruiu o Assentamento Terra e Liberdade, do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), instalado na Palmares II.

Reprodução
O incêndio que destruiu o Assentamento Terra e Liberdade, do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), instalado na Palmares II, na noite deste sábado (9) deixou 09 vítimas fatais.

De acordo com informações da Polícia Civil, o fogo começou na rede elétrica durante a instalação de uma antena para fornecimento de internet por parte de uma empresa de Parauapebas. Três funcionários da empresa estão entre as vítimas fatais.

SAIBA MAIS: Veja como funcionará o Pix automático disponível em 2024


Durante a instalação da antena, um operador teria encostado em um fio de alta tensão, que ocasionou um incêndio e uma onda de energia que percorreu uma cerca metálica.

Por causa do tempo seco e das casas serem material de fácil combustão, as chamas se alastraram rapidamente consumindo os barracos montados na localidade assentada.

Até o momento 8 vítimas fatais foram identificadas de forma oficial.

Notas
A Prefeitura de Parauapebas divulgou uma nota oficial. A gestão municipal lamenta as mortes causadas pelo incêndio e afirma que está oferecendo apoio às vítimas por meio de equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU).
O prefeito, Darci Lermen, esteve pessoalmente no local. O Corpio de Bombeiros, a Defesa Civil, polícias Civil e Miltar compareceram ao local da tragédia.

"A Prefeitura de Parauapebas lametna profundamente o incêndio ocorrido no acampamento do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) em Palmares 2, nesta noite de sábado (9), que resultou em vários mortos e feridos. A prefeitura esta dando total apoio às vítimas. Equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e ambulâncias de base estão no local para prestar os devidos atendimentos", repassou a gestão municipal". 

"A Secretaria Municipal de Segurança Institucional e Defesa do Cidadão (Semsi), por meio da Defesa Civil municipal, também está à disposição para apoio às vítimas, juntamente com o Instituto Médico Legal (IML), Corpo de Bombeiros e as polícias Militar e Civil. O governo municipal se solidariza com familiares e amigos dos que tiveram a vida ceifada nesta tragédia e espera que, em breve, a causa do incêndio seja esclarecida e, havendo culpados, que sejam punidos no rigor da lei", completa a nota.

 Câmara Municipal de Paruapebas divulgou nota, lamentando "a tragédia ocorrida no acampamento do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) em Palmares 2, na noite deste sábado (9). Um incêndio de grandes proporções aconteceu na região, atingindo moradias e causando vítimas fatais. O Poder Legislativo Municipal, em nome de seu presidente, vereador Rafael Ribeiro, e demais parlamentares, manifesta seu apoio a todos que perderam familiares e amigos. Neste momento, dedicamos nossas orações e pedimos a Deus que ampare a todos os corações em luto".

Com informações do Portal Pebão

ACOMPANHE O JORNAL PARÁ
Quer ficar bem-informado sobre os principais acontecimentos do Pará e do Brasil? Siga o Jornal Pará nas redes sociais. O JP está no Instagram, YouTube, Twitter e Facebook.


 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalpara.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp