24/10/2023 às 13h41min - Atualizada em 24/10/2023 às 13h41min

Belém: Médicos paralisam atividades e UPAs ficam sobrecarregadas

Em virtude da paralisação dos médicos, as Unidades de Pronto Atendimento (UPA) estão sobrecarregadas, funcionando apenas as UPAs da Sacramenta e de Icoaraci, além dos hospitais Pronto Socorro Mário Pinotti e do Guamá.

Da redação

Reprodução
Médicos das Unidades de Pronto Atendimento (UPA) do Jurunas, Terra Firme e Marambaia, em Belém (PA), paralisaram as atividades há quatro dias. Os trabalhadores exigem o pagamento do salário atrasado.

Por conta da paralisação, quem necessita do serviço médico precisa recorrer às UPAs da Sacramenta, do distrito de Icoaraci ou aos hospitais Pronto Socorro Mário Pinotti e do Guamá.

No Pará, 9,9 mil contribuintes terão direito ao lote residual do IRPF de outubro


O Sindicato dos Médicos do Pará (Sindmepa) afirmou, por meio de nota informativa, que as últimas denúncias recebidas pela categoria escancaram os atrasos de 90 dias (três meses) no pagamento salarial. No caso das UPAs do Jurunas e Terra Firme, as atividades estão paralisadas desde o último sábado (21).

As unidades paralisadas estão sob a gestão de uma empresa terceirizada, mas o Sindmepa reforçou em nota, que “isso não exime a Secretaria de Saúde do Município de Belém da responsabilidade sobre o permanente descaso com os profissionais que, ressalte-se, trabalham para o serviço público”.

com informações de Diário do Pará

ACOMPANHE O JORNAL PARÁ
Quer ficar bem-informado sobre os principais acontecimentos do Pará e do Brasil? Siga o Jornal Pará nas redes sociais. O JP está no Instagram, YouTube, Twitter e Facebook.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalpara.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp