11/10/2023 às 13h19min - Atualizada em 11/10/2023 às 13h45min

Dez paraenses conseguem deixar Israel em meio a guerra contra Hamas

Os paraenses, naturais de Parauapebas, sudeste do Estado, vivenciaram de perto este conflito.

Carlos Yury

Reprodução
No último sábado, o grupo extremista Hamas lançou um ataque surpresa a Israel que chocou o mundo. O grupo extremista não reconhece o Estado Israelense e confirmou a autoria da ação. Em resposta, Israel declarou guerra e tem realizado operações de retaliação, principalmente na Faixa de Gaza.

Em meio a este conflito, brasileiros que moram ou estavam a passeio no país, tentam deixar o local que vive em estado de guerra e, em meio a este conflito, dez paraenses, naturais de Parauapebas, sudeste do Estado, vivenciaram de perto este conflito.

Sedeme abre vagas temporárias no Pará; remuneração vai de R$ 1.320,00 a R$ 3.104,35


Hoje, 11, o grupo de paraenses, que já está no Brasil desembarca em Marabá, também no sudeste paraense, na tarde de hoje. O avião com os paraenses decolou do aeroporto de Confins, em Belo Horizonte por volta das 10h25 de hoje e deve chegar no início da tarde em solo paraense.

A aeronave da FAB que trazia os paraenses junto com um grupo de brasileiros, decolou de Israel às 14h12 do aeroporto internacional de Tel Avive, no horário de Brasília e chegou ao Brasil por volta das 4h da manhã, no Rio de Janeiro. O avião fez um voo direto, sem escalas e segundo o Ministério das Relações Exteriores (MRE), a aeronave KC-30 está com a tripulação de 211 passageiros brasileiros. Entre eles, 10 paraenses.

ORIGEM DO HAMAS

O Hamas (sigla árabe para “Movimento de Resistência Islâmica”) é a maior organização islâmica que atuação na Palestina. Possui comando político e presta serviços sociais ao povo palestino, que vive majoritariamente em áreas pobres e de infraestrutura precária.

Mas a organização é mais conhecida pelo seu braço armado, que luta pela soberania da Faixa de Gaza. O Hamas já chegou a reivindicar a totalidade da Palestina, o que inclui o território israelense e a cidade de Jerusalém. O grupo não reconhece Israel como país. Estados Unidos e a União Europeia, além de Israel classificam a organização como terrorista.

Com informações de Roma News.

COMPANHE O JORNAL PARÁ
Quer ficar bem-informado sobre os principais acontecimentos do Pará e do Brasil? Siga o Jornal Pará nas redes sociais. O JP está no Instagram, YouTube, Twitter e Facebook.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalpara.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp