27/04/2022 às 18h34min - Atualizada em 27/04/2022 às 18h34min

Prefeitura de Marabá aprova exibição obrigatória de vídeos educativos em abertura de shows e eventos

Segundo prefeito, a lei tem o objetivo de informar população sobre os riscos do uso de drogas

Fernando Moura

Jornal Pará Publicidade 790x90

Foto: Reprodução
Os shows e eventos realizados no município de Marabá, região sudeste do Pará, agora serão obrigados a exibir vídeos educativos sobre os perigos do uso de drogas antes de cada espetáculo. A lei sancionada pelo prefeito da cidade, Tião Miranda, orienta que os vídeos sejam exibidos antes de qualquer evento artístico ou cultural.

O objetivo da nova Lei nº 18.107/2022 é oferecer o acesso à informação para a população, conscientizando sobre a prevenção e o combate ao uso de drogas. Os vídeos deverão ter a duração de no mínimo 90 segundos e devem orientar sobre o uso indevido de medicamentos e substâncias psicoativas.

Segundo o discurso do prefeito, a nova lei é importante para diminuir ocorrências causadas pelo uso de drogas, como violência e acidentes. Os vídeos serão fornecidos pelo poder público, mas a exibição será de responsabilidade dos organizadores dos eventos, cabendo a aplicação de multa para quem descumprir a regra.

A nova lei gerou divergência de opiniões entre a população de Marabá. Segundo a professora Rosana Costa, a exigência dos vídeos não combate efetivamente o uso de drogas se não houver medidas mais eficazes. “A exibição do vídeo pode ser uma ferramenta, mas o combate ao uso indiscriminado dessas substâncias vai além. Precisamos de mais ações nas ruas e nas escolas. Precisamos de incentivo para preparar crianças e adolescentes que muitas vezes têm fácil acesso às drogas com amigos que moram na rua de casa. Bem distantes desses eventos”, explica a professora.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalpara.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp