27/10/2022 às 15h55min - Atualizada em 27/10/2022 às 15h55min

Ministro do STF decreta prisão preventiva de Roberto Jefferson

Luciana Carvalho, estagiária da Redação sob supervisão do jornalista Yuri Siqueira.

Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
Nesta quinta-feira (27) o ministro Alexandre de Moraes decidiu decretou a prisão preventiva (por tempo indeterminado) do ex-deputado federal Roberto Jefferson. As informações são da Agência Brasil.

No último domingo (23),o ex-deputado foi preso em flagrante pela Polícia Federal (PF) após resistir ao cumprimento de mandado de prisão decretado pelo ministro Alexandre de Moraes. O mandado foi expedido depois que o ex-parlamentar publicou um vídeo na internet no qual ofendeu a ministra Cármen Lúcia com palavras de baixo calão.


Antes de ser preso em sua casa, Jefferson deu tiros de fuzil e lançou granadas contra os policiais que foram ao local. Por conta  do episódio, ele foi indiciado pela PF por quatro tentativas de homicídio.

Para o ministro Alexandre de Moraes, a medida se justifica para garantia da ordem pública e do andamento da investigação. O ex-parlamentar está no presídio de Bangu 8, no Rio de Janeiro.

“Os fatos, portanto, são gravíssimos, pois há severos indícios de que, em período em que cumpriu prisão preventiva e prisão domiciliar por ordem desta Suprema Corte, o preso ocultou as armas que possuía e, posteriormente, montou o arsenal bélico amplamente descrito pela Polícia Federal e reconhecido pelo próprio preso, a revelar o risco à ordem pública em caso de soltura”, afirmou.

Em petição enviada nesta quarta (26) ao STF, a defesa de Roberto Jefferson pediu autorização que para ele possa receber a visita de sua esposa, que deverá levar alimentação especial. Segundo os advogados, Jefferson tem câncer no pâncreas e não pode comer alimentação comum.
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalpara.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp