30/11/2023 às 13h29min - Atualizada em 30/11/2023 às 13h45min

Câmara Municipal de Parauapebas aprova fim da terceirização dos cargos de ASG, merendeiro, motorista e vigia

O Projeto de Lei nº 248/2023, de autoria do prefeito Darci Lermen.

Da redação

Jornal Pará Publicidade 790x90

Reprodução
Os vereadores aprovaram, em sessão extraordinária realizada pela Câmara Municipal de Parauapebas nesta terça-feira (28), o Projeto de Lei nº 248/2023, de autoria do prefeito Darci Lermen, que altera o quantitativo de vagas dos cargos públicos de provimento efetivo de Auxiliar de Serviços Gerais (ASG), merendeiro, motorista e vigia.

A proposição ainda cria os cargos de condutor de veículos de emergência e de transporte escolar, monitor de transporte escolar, cozinheiro, auxiliar de cozinha e maqueiro, também de provimento efetivo.
Com as mudanças, essas funções voltam a ser ligadas diretamente à prefeitura e serão executadas por servidores efetivos ou contratados, pondo fim assim a terceirização dos cargos citados. Segundo o prefeito, “a medida proposta visa organizar os gastos dos cofres públicos municipais”, tendo em vista que “após análise técnica da Secretaria Municipal de Administração, ficou demonstrado que a execução direta é mais vantajosa”.
 
Terceirização revogada
 
O Projeto de Lei nº 248/2023 revoga a Lei Municipal nº 4.711/2017, que extinguiu os cargos públicos de motorista, auxiliar de serviços gerais, vigia e merendeiro do quadro da prefeitura de Parauapebas, possibilitando que essas funções fossem terceirizadas.
 
Durante a votação do PL, o vereador Zacarias Marques (PP) relatou que na época a extinção dessas funções era necessária, entretanto, no decorrer dos anos os trabalhadores das terceirizadas foram muito prejudicados e “tiveram que lidar com a falta de respeito, os salários ruins e um tratamento sem isonomia. Que agora possamos dar valor aqueles que foram maltratados ao longo desse tempo”.
 
Anderson Moratorio destacou que o fim da terceirização dessas funções será benéfico para os trabalhadores e também para o poder público. “Voltando para a prefeitura, esses servidores terão ganhos não só salariais, mas também nas condições de trabalho. Além disso, há uma projeção de economia de R$ 40 milhões em relação aos encargos feitos por meio da terceirização, isso é fundamental para que a gente possa otimizar a gestão desses recursos”.
 
As mudanças
 
Veja como ficará o quantitativo de cargos que foi aumentado:
 
Veja o total de vagas dos cargos criados:
 

Contratação temporária
 
O Projeto de Lei nº 248/2023 altera ainda a Lei Municipal nº 5.251/2023 para que seja possível a inserção dos cargos de Auxiliar de Serviços Gerais (ASG), merendeiro, motorista, vigia, condutor de veículos de emergência, condutor de transporte escolar, monitor de transporte escolar, cozinheiro, auxiliar de cozinha e maqueiro no processo seletivo simplificado que será realizado pela prefeitura de Parauapebas.
 
Encaminhamento
 
Aprovado por unanimidade, o Projeto de Lei nº 248/2023 foi enviado para sanção do prefeito Darci Lermen.

Com informações de Pebinha da açúcar

ACOMPANHE O JORNAL PARÁ
Quer ficar bem-informado sobre os principais acontecimentos do Pará e do Brasil? Siga o Jornal Pará nas redes sociais. O JP está no Instagram, YouTube, Twitter e Facebook.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalpara.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp