22/11/2023 às 11h30min - Atualizada em 22/11/2023 às 11h30min

Black Friday: chegada da data aumenta expectativas de lojistas

Empresários apostam em promoções para atrair consumidores e queimar estoque. A maioria das empresas paraense se preparou para esse movimento.

Da redação

Jornal Pará Publicidade 790x90

Agência Brasil
A poucos dias da Black Friday, celebrada nesta sexta-feira (24), o comércio paraense ganha intenso movimento e os empresários esperam altas no faturamento e nas vendas. Segundo a presidente da Associação Comercial do Pará (ACP), Elizabeth Grunvald, a data deve ter um “impacto significativo” nas vendas desta semana, pois gera uma expectativa positiva no consumidor, que acaba aproveitando oportunidades e bons preços dos produtos. A alta esperada gira em torno de 5%, diz.

“O mercado está mais aquecido e as vendas prenunciam um incremento significativo em relação ao mesmo período do ano passado. A maioria das empresas paraenses, inclusive nas grandes plataformas, já aderiu e se preparou para esse movimento e algumas já começaram a anunciar ofertas desde o início do mês, mas, sem dúvida, nesta última semana é realmente quando se intensificam as ofertas e as maiores vendas”, pontua.

LEIA TAMBÉM: Polícia prende suspeito de matar ex-namorada por não aceitar ter um filho negro


Expectativa - Dona de uma loja online de confecções, Priscilla Vieira espera uma alta de 30% em relação ao mesmo período do ano passado. Sua empresa, de acordo com ela, sempre adere à data americana que foi adotada também no Brasil. “Geralmente, pegamos produtos estratégicos e aproveitamos a Black Friday para renovar a coleção e pegar aquelas peças que já estavam paradas há algum tempo e fazer uma queima de estoque com preço atrativo. Acaba que todo mundo sai ganhando”, comenta.

Neste ano, a procura por produtos já começou, segundo Priscilla. “Já estamos sentindo um aumento das vendas, também pela nossa estratégia de marketing para aumentar o público-alvo. Iniciamos na segunda-feira e a minha expectativa é de aumento no fluxo. Em relação ao ano passado, deve ser de pelo menos 30%. Estamos com uma expectativa boa, positiva”, relata a empresária.

Estratégia - Quem também vai usar a data para alavancar as vendas é a empresária Helena Peracchi, proprietária de uma ótica. Ela diz que a data impacta o segmento e a cada ano as expectativas aumentam. “É importante participar e nos adaptarmos bem porque é um momento já esperado. As expectativas são as melhores, agora é partir para as vendas”, detalha.

Em toda a loja, os descontos variam entre 30% e 70%, e a principal estratégia adotada no negócio é o uso das redes sociais, aliadas na captação de novos clientes, alcance e visibilidade. A movimentação, segundo Helena, sempre aumenta neste período, e neste ano não foi diferente: “Apostamos nas estratégias que temos para aumentar ainda mais o crescimento de fluxo relacionado aos anteriores. Acreditamos em um percentual médio de 10% a 15% na alta de vendas”, adianta.

Para a lojista, a Black Friday é a época ideal para pessoas que desejam comprar produtos com preços abaixo da média em quase todos os setores do comércio.

Com informações de O Liberal

ACOMPANHE O JORNAL PARÁ
Quer ficar bem-informado sobre os principais acontecimentos do Pará e do Brasil? Siga o Jornal Pará nas redes sociais. O JP está no Instagram, YouTube, Twitter e Facebook.




Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalpara.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp