21/10/2023 às 13h28min - Atualizada em 21/10/2023 às 13h30min

Primeira romaria da acessibilidade reúne multidão em Belém por inclusão e fé

Esta foi a 14ª procissão do Círio de Nazaré, idealizada para o público que tem algum tipo de deficiência ou mobilidade reduzida.

Da redação

Jefferson Bruno
A primeira romaria da acessibilidade reuniu uma multidão de devotos nas ruas de Belém pela inclusão e fé em Nossa Senhora de Nazaré, neste sábado (21).

Esta foi a 14ª procissão do Círio de Nazaré. Ela partiu da praça Santuário, logo após a chegada da Romaria dos Corredores, que também ocorreu neste sábado (21). O trajeto escolhido priorizou ruas arborizadas no centro de Belém.

Professor de artes marciais é morto a tiros na frente de alunos em Ananindeua


Com percurso de 1,45 km e duração de cerca de uma hora, a chegada também foi em frente à basílica da praça Santuário.



A romaria foi idealizada para o público que tem algum tipo de deficiência ou mobilidade reduzida. Era uma antiga reivindicação de devotos que gostariam de participar do Círio, mas tinham receio devido ao longo trajeto ou ao grande número de devotos das outras romarias.

A locução da romaria, para pessoas que têm dificuldades de visão, foi comandada por Naldo Barros, também deficiente visual. A interpretação de músicas foi na voz de dois jovens autistas, Alan Cauê Oliveira e Ana Carolina Reis.



De acordo com a organização, cerca de 200 voluntários e nove entidades que representam este público, entre profissionais de diversas áreas da saúde, intérpretes de libras, áudio descritores, deram suporte aos participantes.

Também foi disponibilizado abafadores de barulhos para quem tem sensibilidade auditiva, como autistas; pontos de atendimento; distribuição de água; banheiros; espaço de acolhimento; sala de descanso; pulseiras de identificação para crianças; entre outros suportes necessários.

Com informações de G1 Pará

ACOMPANHE O JORNAL PARÁ
Quer ficar bem-informado sobre os principais acontecimentos do Pará e do Brasil? Siga o Jornal Pará nas redes sociais. O JP está no Instagram, YouTube, Twitter e Facebook.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalpara.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp