11/10/2023 às 08h47min - Atualizada em 11/10/2023 às 08h47min

Belém ganhará 300 novos ônibus com ar condicionado e wi-fi

A renovação vai atender Belém, Ananindeua e Marituba. Licitação do transporte de Belém segue sem resultados, há mais de 9 meses.

Da redação

Agência Belém
O governo do Pará anunciou a renovação da frota do transporte público da região metropolitana de Belém, com 300 novos ônibus com ar condicionado e rede wi-fi. Ainda não foi divulgado quando os veículos devem chegar à cidade e começar a circular.

O anúncio ocorre mediante à parceria entre o governo do Pará, prefeitura de Belém e o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Belém.

Círio Fluvial de Marabá retoma tradição e Nossa Senhora viajará em barco


O acordo ainda deve garantir isenção tributária às empresas que executarem o serviço, condicionadas a metas de melhorias.

Helder Barbalho (MDB), governador do estado, disse que os ônibus devem ser integrados ao BRT metropolitano, que está em construção, com os ônibus do BRT de Belém.

"É importante registrar que (os ônibus) vão atender as linhas troncais de Ananindeua e Marituba, em um processo de renovação de frota, com ônibus que reduz a emissão de gases do efeito estufa, portanto ecologicamente corretos".

A assinatura deve permitir investimentos em melhorias no serviço de transporte público ofertado na região metropolitana.

Segundo o governo, as mudanças devem garantir o avanço no modelo de sistema público de transporte da região incluindo:
  • - renovação da frota por novos ônibus convencionais climatizados, mais modernos, a diesel, com padrão ambiental Euro 6, que poluem menos do que os atuais
  • - integração entre os ônibus metropolitanos de Ananindeua com os de Marituba, e entre os ônibus do BRT Metropolitano com os do BRT de Belém.

Licitação parada em Belém - Parada há mais de nove meses, a licitação do transporte coletivo de Belém segue sem propostas. O empresariado havia pedido subsídios às operações, mas a Prefeitura havia dito que não possui recursos. Outros pontos são discutidos sobre o edital lançado e o poder público municipal afirma que vem buscando alternativas.

A publicação do edital ocorreu em dezembro de 2022 (no Diário Oficial do Município, o aviso de licitação de concorrência n° 14/2022–Semob) e não houve nenhuma empresa interessada. O certame precisou ser publicado novamente, o que ocorreu em fevereiro deste ano. Empresários não mostraram interesse pela prestação de serviço.

O edital prevê a execução dos serviços por seis anos, com possibilidade de prorrogação pelo mesmo período. O tempo de operação, investimentos e melhorias que devem ser oferecidos para a população são pontos questionados por empresários.

Com informações do g1

COMPANHE O JORNAL PARÁ
Quer ficar bem-informado sobre os principais acontecimentos do Pará e do Brasil? Siga o Jornal Pará nas redes sociais. O JP está no Instagram, YouTube, Twitter e Facebook.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalpara.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp