01/06/2022 às 15h28min - Atualizada em 01/06/2022 às 15h28min

XXXIV Festival Junino de Bragança abre portas para o São João 2022

Em cinco dias, Arraial dos Caetés vai ter palcos para a cultura popular, para shows e até uma casa do xote.

Redação

As quadrilhas são atrações tradicionais já aguardadas pelo público do festival.
O mês junino chegou e com ele vêm as tradições da época por todo território paraense. Em Bragança, de hoje (1º) até domingo (5), na Estação Cultural Armando Bordallo da Silva inicia, logo mais à noite, o XXXIV Festival Junino de Bragança - uma festa tradicional que reúne cultura, folclore, culinária e artesanato típicos do período e da região. O boi-bumbá “Lombo Dourado” é a primeira atração da noite, a partir das 20 horas, no palco da cultura popular, e o “Famoso” é o boi-bumbá que encerra a noite de abertura. No mesmo palco vão se apresentar, ainda, outros bois-bumbá, um cordão de pássaro e pelo menos 10 quadrilhas juninas.   

No espaço preparado para eventos, no centro da cidade, onde acontecerá o festival, está montada uma megaestrutura com 32 barracas gastronômicas; a Taberna Caeté onde serão comercializados produtos da produção local como a farinha de Bragança, chouriço de Bragança, pimentas, biscoitos e cachaças artesanais, café de produção local de aromas variados, vinho de açaí, dentre outros produtos. 


Neste retorno depois da pandemia e já com a liberação do uso de máscaras devido ao baixo índice de contaminação na região, o Festival cujo tema é “Arraial do Caeté – O arraial da nossa gente”, volta com força total, com atrações de peso, locais e nacionais, dentre elas as bandas “Forró Limão com Mel” e “Banda Magníficos” e bandas como Arraial do Pavulagem e Viviane Batidão, além de sanfoneiros como Antônio Marcos e Daniel do acordeon. 

Quem for ao evento também poderá apreciar a Casa Caeteuara, um espaço para a comercialização e demonstração do artesanato, das artes plásticas e de outros produtos locais (doces, mel, mandicoeira, cestas, panelas de barro e outros utensílios, etc.) típicos da região. O espaço proporciona aos visitantes de outros municípios e turistas um espetáculo de cultura e tradição à parte. Tem ainda a Casa do Xote, um dos pontos altos do festival, onde os participantes do evento podem dançar ao som do xote bragantino tocado na rabeca. Todos esses atrativos estarão de volta.

Festival 2019 reuniu cerca de 50 mil pessoas

Em 2019, a última edição realizada em formato tradicional e com a presença do grande público, reuniu um público estimado em 50.000 (cinquenta mil) pessoas em quatro dias de programação e contou com a apresentação de vários grupos de: quadrilhas juninas, bois-bumbás e cordões de pássaros, além de barracas de vendas de comidas típicas. 

O Festival é realizado pela Prefeitura Municipal de Bragança, através da Secretaria Municipal de Cultura e Desportos (SECULD) e da Secretaria Municipal de Turismo (SETUR) com apoio do SEBRAE e vários artistas locais estarão se apresentando com o incentivo da Lei Aldir Blanc de incentivo à cultura.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalpara.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp