20/07/2023 às 14h46min - Atualizada em 20/07/2023 às 14h46min

Pará registrou aumento nos casos de estupro em 2022, segundo Anuário Brasileiro de Segurança Pública

As informações foram divulgadas pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública nesta quinta-feira (20)

Carlos Yury

Jornal Pará Publicidade 790x90

Reprodução

O estado do Pará enfrentou um crescimento preocupante nos casos de estupro em 2022, de acordo com dados divulgados pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública. Foram registrados 4.557 casos ao longo do ano, sendo 3.732 estupros de vulnerável e 825 casos sem vulnerabilidade. Em comparação com o ano anterior, que contabilizou 3.669 ocorrências, o aumento foi de 23,5%.

Em relação ao gênero, as mulheres foram as principais vítimas desse tipo de violência, totalizando 4.079 registros em 2022, em comparação com 3.316 casos em 2021, o que representa um aumento de 22,3%.

​Forte temporal causa quedas de árvores em Belém, interrompendo fornecimento de energia e água

Além disso, houve um aumento significativo nas tentativas de estupro em todo o território paraense, com 281 casos em 2022 e 189 em 2021, indicando um aumento de 47,9% desse tipo de ocorrência.

A nível nacional, o Brasil também enfrentou um cenário alarmante, com 74.930 casos de estupro registrados em 2022, o maior índice desde o início da série histórica em 2011, representando um aumento de 8,2% em relação ao ano anterior.

O anuário destaca que crianças e adolescentes continuam sendo as maiores vítimas da violência sexual, com 61,4% das vítimas tendo no máximo 13 anos. Aproximadamente 8 em cada 10 vítimas de violência sexual eram menores de idade.

Esses dados revelam a urgência de ações efetivas e políticas públicas para combater e prevenir a violência sexual, protegendo especialmente os mais vulneráveis na sociedade.

ACOMPANHE O JORNAL PARÁ
Quer ficar bem-informado sobre os principais acontecimentos do Pará e do Brasil? Siga o Jornal Pará nas redes sociais. O JP está no Instagram, YouTube, Twitter e Facebook.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalpara.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp