20/07/2023 às 11h44min - Atualizada em 20/07/2023 às 11h44min

​Forte temporal causa quedas de árvores em Belém, interrompendo fornecimento de energia e água

Pelo menos 17 árvores caíram em Belém na noite de quarta, 19.

Carlos Yury

Jornal Pará Publicidade 790x90

Prefeitura de Belém via redes sociais
Na capital paraense, a ocorrência de árvores caídas é comum, representando um risco constante para pedestres e motoristas que circulam pelas áreas urbanizadas de Belém. Mesmo sem tempestades, o perigo persiste, e nos últimos meses, foram registradas pelo menos três quedas de árvores na cidade, com destaque para a samaumeira centenária localizada na praça Santuário de Nazaré, em frente à Basílica, no bairro de Nazaré.

Na noite da última quarta-feira (19), um forte temporal atingiu Belém, e a situação não foi diferente. De acordo com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMMA), pelo menos 17 árvores caíram, provocando interrupções no fornecimento de energia elétrica e abastecimento de água em diversos bairros da capital.

Em mais de seis meses, o Pará registra quase 300 casos de câncer de pele


A Equatorial Energia relatou que cerca de 70 mil clientes foram afetados, incluindo bairros como Marco, Pedreira, Sacramenta, São Brás, Telégrafo, Souza, Guamá, Benguí e Umarizal. Em caso de falta de energia, a distribuidora recomenda que os clientes entrem em contato pelos canais de atendimento disponíveis 24 horas, como o telefone 0800 091 0196, aplicativo Equatorial Energia, Whatsapp (91) 3217-8200 ou pelo site equatorialenergia.com.br.

Diversos pontos da cidade foram afetados pelas quedas de árvores durante o temporal, incluindo a Avenida Nazaré, em frente à sede social do Paysandu, a Avenida Gentil Bittencourt, entre Generalíssimo e 14 de Março, a Avenida Presidente Vargas, próximo ao prédio da CDP, a Avenida Generalíssimo Deodoro, entre as avenidas Nazaré e José Malcher, a Praça da República, em frente ao Theatro da Paz, a Praça dos Estivadores, a Praça Waldemar Henrique (com quatro árvores caídas), o Panorama XXI, próximo à Avenida Augusto Montenegro, e a Rua dos Tamoios, na esquina com a Travessa dos Apinagés.

 

Desde o incidente, a prefeitura de Belém, agentes de trânsito e equipes da Defesa Civil têm trabalhado incansavelmente nesses pontos, realizando a remoção das árvores caídas e orientando o trânsito na região afetada. A preocupação com a segurança dos cidadãos e a restauração dos serviços essenciais permanece como prioridade das autoridades locais.

ACOMPANHE O JORNAL PARÁ
Quer ficar bem-informado sobre os principais acontecimentos do Pará e do Brasil? Siga o Jornal Pará nas redes sociais. O JP está no Instagram, YouTube, Twitter e Facebook.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalpara.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp