15/01/2024 às 08h00min - Atualizada em 15/01/2024 às 08h30min

Anvisa lança edital de concurso para especialistas em regulação e vigilância sanitária

Provas estão agendadas para o dia 21 de abril, à tarde, em Brasília; salário inicial é de R$ 16.413,35.

Da redação

Jornal Pará Publicidade 790x90

Marcelo Camargo/Agência Brasil
A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) divulgou nesta sexta-feira (12) o edital do concurso público que oferece 50 vagas para especialistas em regulação e vigilância sanitária. As inscrições começam às 10h do dia 22 de janeiro e vão até as 16h (horário de Brasília) do dia 16 de fevereiro de 2024, com uma taxa de inscrição no valor de R$ 160. As provas estão agendadas para o dia 21 de abril, à tarde, em Brasília.

Os candidatos aprovados iniciarão com um salário inicial de R$ 16.413,35, cumprindo uma jornada de 40 horas semanais. O concurso, conforme o edital, terá duas etapas. A primeira consiste em provas objetiva, discursiva (eliminatórias e classificatórias) e avaliação de títulos, esta última de caráter classificatório. Na segunda etapa, os candidatos passarão por um curso de formação, com etapas de eliminação e classificação.

LEIA TAMBÉM: Jogo do Tigre: Influencers que eram procurados não são mais considerados foragidos


A empresa responsável pela execução do concurso é o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe).

O resultado final das provas objetivas e o provisório da discursiva serão divulgados em 21 de maio de 2024. Os aprovados integrarão o quadro de pessoal da agência reguladora.

Requisitos e Distribuição de Vagas:

Especialista em Regulação e Vigilância Sanitária - Área 1
   - Vagas: 3 (duas ampla concorrência, uma para candidatos negros)
   - Diploma em engenharia química, química, bioquímica, engenharia de materiais, engenharia mecânica ou engenharia agronômica, reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC).

Especialista em Regulação e Vigilância Sanitária - Área 2
   - Vagas: 39 (29 ampla concorrência, duas para pessoas com deficiência, oito para negros)
   - Diploma em farmácia, reconhecido pelo MEC. 

Especialista em Regulação e Vigilância Sanitária - Área 3
   - Vagas: 5 (três ampla concorrência, uma para pessoa com deficiência, uma para negro)
   - Diploma em biologia, enfermagem, odontologia, biomedicina, fisioterapia ou veterinária, reconhecido pelo MEC.

Especialista em Regulação e Vigilância Sanitária - Área 4
   - Vagas: 3 (duas ampla concorrência, uma para negro)
   - Diploma em análise de sistemas, ciência da computação, processamento de dados, sistemas de informação, informática, engenharia da computação, engenharia de sistemas ou engenharia de redes, reconhecido pelo MEC.

ACOMPANHE O JORNAL PARÁ
Quer ficar bem-informado sobre os principais acontecimentos do Pará e do Brasil? Siga o Jornal Pará nas redes sociais. O JP está no Instagram, YouTube, Twitter e Facebook.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalpara.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp