08/11/2023 às 09h19min - Atualizada em 08/11/2023 às 09h19min

Delegado do Pará é preso suspeito de viajar para cobrar R$ 15 mil de propina de empresário no Tocantins

Segundo a polícia, o dinheiro seria para liberar um caminhão que tinha sido apreendido em Santana do Araguaia (PA). Delegado vai responder por crime de concussão.

Da redação

Jornal Pará Publicidade 790x90

Divulgação / PC
Um delegado da Polícia Civil do Pará foi preso após a suspeita de viajar até o Tocantins e cobrar R$ 15 mil de um empresário para liberar um caminhão apreendido em Santana do Araguaia (PA). O servidor foi capturado quando voltava para seu estado com metade do pagamento.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública do Tocantins (SSP-TO), o delegado vai responder pelo crime de concussão, que consiste em se aproveitar da função que ocupa para exigir vantagem indevida.

LEIA MAIS: Parauapebas: Ordem de Serviço é assinada para melhorias em saneamento básico


A prisão aconteceu no fim da tarde desta segunda-feira (6), em Caseara, próximo da divisa entre Pará e Tocantins. O nome do delegado não foi informado. A Secretaria de Segurança Pública do Pará até o momento desta publicação não se pocisionou sobre o ocorrido.

O caso foi descoberto depois que um empresário de Palmas procurou a Polícia Civil do Tocantins para denunciar o caso. Conforme apurado, o delegado exigiu R$ 15 mil para liberar o veículo. Segundo a polícia, a vítima gravou o momento da negociação e depois pagou R$ 7,5 mil em dinheiro.

“Assim que recebeu o dinheiro, o autor contratou um serviço de motorista particular para levá-lo até à balsa em Caseara. No trajeto, com apoio da Polícia Militar, o veículo onde o autor estava foi interceptado”, disse a delegada Luciana Midlej, diretora de inteligência.

O delegado foi encontrado com R$ 8.670,00 em espécie, duas pistolas, sendo uma delas da Polícia Civil do Pará, além de várias munições.

Após o flagrante, o delegado foi levado para a central de atendimento da Polícia Civil em Paraíso do Tocantins, onde foi autuado pela prática do crime de concussão. O crime tem pena de dois a oito anos e multa.

Com informações de g1 Tocantins e Polícia Civil

ACOMPANHE O JORNAL PARÁ
Quer ficar bem-informado sobre os principais acontecimentos do Pará e do Brasil? Siga o Jornal Pará nas redes sociais. O JP está no Instagram, YouTube, Twitter e Facebook.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalpara.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp