28/10/2022 às 17h17min - Atualizada em 28/10/2022 às 17h17min

Em 2022, Brasil registra pior marca de alertas de desmatamento na Amazônia, segundo Inpe

Luciana Carvalho, estagiária da Redação sob supervisão do jornalista Yuri Siqueira.

Reprodução/Flickr Ibamagov
Um levantamento realizado pelo Instituto de Pesquisas Espaciais (Inpe), mostrou que o acumulado de alertas de desmatamento na Amazônia Legal foi de 9.277 km², de janeiro até o último dia 21 de outubro. Essa é a pior marca da série histórica anual do Deter, o sistema de Detecção de Desmatamento em Tempo Real do instituto. As informações são do G1.

O estudo leva em conta o chamado ano civil, ou seja, o período total de janeiro a dezembro. Faltando mais de 2 meses para o fim do ano, essa marca já superou até mesmo todo o ano de 2019, a pior taxa até então, quando os alertas de desmate deram um salto e chegaram até 9.178 km².


Quando comparada toda a série, o acumulado de alertas de desmatamento em 2022 na Amazônia Legal marca o quarto ano consecutivo da gestão do presidente Jair Bolsonaro (PL) em que os alertas por ano civil ficam acima da marca de 8 mil.

A Amazônia Legal é uma região que corresponde a 59% do território brasileiro e que engloba a área de 9 estados – Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima, Tocantins e uma parte do Maranhão.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalpara.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp