16/09/2022 às 15h25min - Atualizada em 16/09/2022 às 15h25min

Primeiro dia das apresentações do Festival de Música Brasileira leva ritmo, dança e animação à Aldeia Cabana

Yuri Siqueira

Prefeitura de Belém

A Aldeia Cabana respirou música no primeiro dia da quarta edição do Festival de Música Brasileira, prêmio Paulo André Barata, realizado na noite desta quinta-feira, 15. O festival é promovido pela Prefeitura de Belém, por meio da Fundação Cultural de Belém, e vai premiar os artistas em cinco categorias: melhor música, melhor intérprete, melhor arranjo, melhor letra e aclamação popular. 

Foram 26 artistas selecionados para a segunda fase do festival. No primeiro dia, 13 intérpretes apresentaram suas canções, que foram desde a Música Popular Brasileira até samba e carimbó. Uma mistura de ritmos que contagiou os espectadores, que compareceram à Aldeia Cabana e puderam acompanhar, de forma gratuita, o festival.

O festival faz parte da 1ª Bienal de Artes de Belém, que será promovida entre os dias 20 e 25 de setembro, com a fase final do festival sendo realizada durante o evento.

O prefeito Edmilson Rodrigues compareceu à Aldeia Cabana e acompanhou todas as apresentações. Segundo o gestor municipal, é de grande importância Belém voltar a respirar cultura.

"É uma verdadeira explosão cultural na cidade. Poucas cidades falam de tantas riquezas, tantos ritmos, todas as manifestações da alma e da criatividade humana, como Belém. O festival atraiu mais de 200 composições, com autores do Brasil todo, e agora 24 que vão ser apresentadas, para selecionar as finalistas. Realmente, mostrando o poder de criação do povo brasileiro neste evento, realizado na Bienal de Artes de Belém", disse o prefeito.

As apresentações da segunda fase do IV Festival de Música Brasileira seguem nesta sexta-feira, 16, a partir das 19h, na Aldeia Cabana, com 13 artistas se apresentando.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalpara.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp