02/07/2022 às 15h07min - Atualizada em 02/07/2022 às 15h07min

Praias de Belém: conheça as liberadas e as impróprias para o banho

Prefeitura divulga testes de balneabilidade das praias mais procuradas pelos belenenses no verão amazônico

Da Redação
Com informações da Agência Belém

Jornal Pará Publicidade 790x90

As praias de Cotijuba estão todas apropriadas para o banho, segundo a prefeitura de Belém.
Todas as praias da ilha de Cotijuba estão próprias para banho. Na ilha de Outeiro, só as da Brasília e do Amor. Em Mosqueiro, a maior ilha de Belém, os banhistas podem aproveitar com tranquilidade as praias do Areão, Ariramba, Chapéu Virado, Farol e Marahu. Dentro dos parâmetros de balneabilidade, as praias citadas estão liberadas para banho aos veranistas que frequentarem os distritos durante este mês de julho.

A liberação foi feita pela prefeitura de Belém, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma), que, às proximidades do verão amazônico, realiza análises nas águas das praias de Mosqueiro, Outeiro, Icoaraci e Cotijuba, ilhas que pertencem a Belém.



Inadequadas

Contudo, no distrito de Icoaraci, a praia do Cruzeiro está imprópria para banho. Já na ilha de Outeiro, a praia Grande também está inadequada. Na ilha de Mosqueiro estão impróprias as praias do Paraíso, Baía do Sol, São Francisco, Grande e Murubira. 

As análises são feitas com base na Resolução do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama) nº. 274, de 29 de novembro de 2000, que diz que uma praia é considerada imprópria para banho quando os valores estiverem acima de 2 mil E. Coli por 100 mililitros (ml) de água, isto é, com grande volume de coliformes fecais.  

O diretor do Departamento de Monitoramento e Fiscalização da Semma, Pedro Habe, faz um alerta para que a população não use as praias impróprias para o banho, devido ao risco de contaminação por micro-organismos, como vírus, bactérias e fungos, causadores de doenças que podem provocar grandes problemas à saúde humana.

A Semma busca identificar as possíveis causas da poluição das praias, que, inicialmente, podem ser provocadas por lançamento inadequado de esgoto, fezes de animais na areia, resíduos dos motores de embarcações, entre outras possibilidades.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalpara.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp