20/02/2024 às 09h06min - Atualizada em 20/02/2024 às 09h06min

Idosa de 89 anos é estuprada e morta dentro de comunidade quilombola no Marajó

Suspeito já foi identificado e a polícia faz buscas para localizá-lo.

Da redação

Divulgação
Uma idosa de 89 anos foi estuprada e morta neste fim de semana dentro da comunidade quilombola Bairro Alto, em Salvaterra, na Ilha do Marajó. O suspeito já foi identificado e a polícia faz buscas para localizá-lo.

A Polícia Militar foi acionada por moradores da comunidade nesta segunda-feira (19). Ao chegar ao local, a equipe da PM encontrou o corpo da vítima com sinais de violência.

LEIA MAIS: Polícia Federal intima Jair Bolsonaro para depor sobre suposta tentativa de golpe


Segundo o relato policial, após cometer o crime, um homem de aproximadamente 40 anos fugiu para a casa de parentes e depois seguiu para uma localidade chamada “Vila de Caldeirão”.

Em nota, a Polícia Civil informou “que o suspeito do crime de estupro e homicídio qualificado já foi identificado e que as equipes trabalham na localização do envolvido”.

Com informações de g1

ACOMPANHE O JORNAL PARÁ
Quer ficar bem-informado sobre os principais acontecimentos do Pará e do Brasil? Siga o Jornal Pará nas redes sociais. O JP está no Instagram, YouTube, Twitter e Facebook.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalpara.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp