23/11/2023 às 09h00min - Atualizada em 23/11/2023 às 09h00min

Taylor Swift pode ser responsabilizada judicialmente por morte de fã durante show; entenda

Para esclarecimentos maiores, advogados explicam se a culpa pela morte da fã durante a apresentação de Taylor pode cair sobre a artista.

Da redação

Reprodução
A morte da jovem Ana Clara Benevides, no show de Taylor Swift na última sexta-feira, 17, no Rio de Janeiro, abalou os fãs da cantora e até que não é fã. O trágico episódio repercutiu até internacionalmente, e dúvidas surgiram a respeito do que acontece a partir de agora, e quem será responsabilizado pela morte da estudante de 23 anos.

Para esclarecimentos maiores, advogados explicam se a culpa pela morte da fã durante a apresentação de Taylor pode cair sobre a artista.

LEIA TAMBÉM: Sessão especial vai debater distribuição de medicamentos à base de canabidiol pelo SUS no Pará


Daniel Romano Hajaj, advogado especializado em direito do consumidor explica que “todos os envolvidos podem e devem ser acionados judicialmente, inclusive a cantora. Essa possibilidade é prevista no próprio Código de Defesa do Consumidor, que fala que todos os integrantes da cadeia de fornecedores respondem pelos danos, e é exatamente o que ocorre no caso. São várias as empresas envolvidas na realização do show”.

Para Hajaj, Taylor pode responder até por homicídio culposo. “A cantora pode ser intimada e acionada, até porque, certamente, sua equipe acompanhou e aprovou o layout do palco e dependências do estádio. Ela pode responder no âmbito penal, por homicídio culposo, e no cível, arcando com uma indenização por danos morais e materiais aos familiares, já que falamos de uma jovem de apenas 23 anos, com um futuro promissor pela frente.”

Em contrapartida, os advogados Mário Henrique Martins (especialista em direitos difusos e coletivos) e Pedro Amorim de Souza (advogado e coordenador da área consultiva do Martins Cardozo Advogados Associados) afirmam que é pouco provável que haja responsabilização da cantora na esfera criminal.

Taylor Swift tem sido alvo de críticas de parte dos fãs por não ter se posicionado a respeito da morte da fã durante o show do último domingo, 19, o primeiro após a fatalidade. A cantora não citou o nome da admiradora nem fez nenhuma fala a respeito do assunto. Em nota postada nas redes sociais, Taylor apenas escreveu que não falaria sobre o assunto no palco nas próximas apresentações por estar “dominada por tristeza”.

Diante do silêncio da artista, muitos questionaram se ela não teria sido orientada pela sua equipe jurídica para evitar ter o nome atrelado à morte de Ana Clara e ser culpabilizada de alguma maneira.

Com informações do R7

ACOMPANHE O JORNAL PARÁ
Quer ficar bem-informado sobre os principais acontecimentos do Pará e do Brasil? Siga o Jornal Pará nas redes sociais. O JP está no Instagram, YouTube, Twitter e Facebook.

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalpara.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp