16/08/2023 às 09h25min - Atualizada em 16/08/2023 às 09h45min

128 anos: Parque Zoobotânico do Museu Goeldi comemora com programações até 24 de agosto

Entrada gratuita, informações sobre história centenária, visita noturna e Bolo de Flores com fatias para levar para casa estão entre atrativos da comemoração no Museu.

Carlos Yury - com informações de G1

Reprodução
Nesta terça-feira (15), o Parque Zoobotânico do Museu Paraense Emílio Goeldi completou 128 anos e para celebrar, haverá programações até 24 de agosto. A entrada é gratuita.

No primeiro dia de comemorações, no entanto, o atendimento no local foi afetado por conta do apagão de energia elétrica que afetou o Pará e outros estados. As exposições e o Aquário tiveram o funcionamento prejudicado sem energia. Os portões permaneceram abertos ao público para visitar os demais espaços.

Apagão: consumidores e empreendedores podem buscar indenização em caso de prejuízo; confira


Na quarta (16), a programação está prevista para ocorrer normalmente e os primeiros visitantes serão recepcionados com brindes.

A maior parte das atividades acontecem no dia 20 de agosto, no Domingo é Dia de Ciência, na área da Sumaumeira Jovem, próximo ao portão da Travessa 9 de Janeiro.

Todos os visitantes poderão se reunir para cantar parabéns ao Parque do Museu Goeldi com o tradicional Bolo de Flores, formado por mudas de várias espécies e que, ao final, são distribuídas ao público.

Trilha noturna - O público visitante poderá conferir informações sobre três ícones do Parque (sendo um vegetal, um animal e um monumento): a árvore Samaumeira, a ave cabeça seca, e o cientista Jacques Huber. Haverá painéis especiais expostos ao lado da Samaumeira, da foto do cientista e no local onde geralmente a ave Cabeça Seca, um dos animais mais longevos do Zoobotânico, pode ser visto passeando - o Lago dos Tambaquis.

No dia 24, será realizada uma trilha noturna em que serão abordados a fauna e a flora do Parque Zoobotânico: adaptações morfológicas que alguns seres vivos apresentam para o ambiente noturno e informações científicas sobre animais e plantas em suas relações com a cultura popular amazônica.

Outra atividade é um grupo de diálogos sobre as memórias do público com o Parque e suas mudanças ao longo do tempo, que acontecerá em visitas agendadas a partir do dia 16.

Os visitantes poderão trazer alguma lembrança de visitas anteriores ao espaço (fotos de passeio, estudos, além dos famosos retratos sobre o cavalinho, algum brinquedo ou objeto, contar algum fato familiar, etc.). O objetivo é promover uma troca de lembranças a partir destas referências para dialogar sobre os 128 anos de abertura deste lugar de memória: O Parque Zoobotânico.

História - O Parque Zoobotânico do MPEG foi aberto em 1895, com o intuito de abrigar o jardim zoológico e o horto botânico do então Museu Paraense de História Natural e Etnographia, fundado em 1866.

Sua estrutura foi se expandindo ao longo de décadas, com a desapropriação dos terrenos vizinhos. Atualmente ocupa um quarteirão inteiro na Avenida Magalhães Barata, bairro de são Braz, e é um ícone da cidade de Belém e da memória afetiva local. Além disso, também é lar de cerca de 80 espécies animais (3 mil indivíduos) e mais de 500 espécies de plantas (quase 4 mil indivíduos).

Abriga monumentos históricos, espaços expositivos e de educação, além de ser local de tratamento para animais silvestres resgatados pelos órgãos ambientais. Quando há condições dos animais, o Parque Zoobotânico é base de apoio para seu retorno à natureza. Quando esse retorno não é possível, são mantidos e cuidados de acordo com padrões de tratamento ou encaminhados a outras instituições no Brasil.

Serviço: Aniversário de 128 anos do Parque Zoobotânico do Museu Goeldi

Local: Parque Zoobotânico do Museu Goeldi, Av Magalhães Barata, 371 - São Braz

Programação Especial

15/08 – Entrada ao Parque gratuita (bilheteria encerra às 15h)
16/08 – Boas-vindas aos primeiros visitantes
Os funcionários recepcionarão os primeiros visitantes na portaria principal e distribuirão alguns brindes.

A partir de 16/08 – 128 anos de memórias no Parque Zoobotânico do MPEG
Dialogar com os grupos agendados na recepção de Boas Vindas e Visitas Mediadas, utilizando registros fotográficos de como era o Parque Zoobotânico no passado e de que forma ele se apresenta hoje.

20/08 – Domingo é dia de Ciência

 
  • Bolo de flores - Às 11h, os visitantes serão convidados para cantar parabéns para o Parque ao redor do Bolo de Flores, que posteriormente será desfeito e as flores distribuídas aos visitantes.
  • Clube do Pesquisador Mirim - Apresentação de estande com painéis, kits e jogos relacionados ao PZB que serão dinamizados pelos pesquisadores mirins.
  • Coleção Didática - Estande da Coleção com uma mostra de exemplares de seu acervo (animais do PZB, Jacaré Alcino, Onça Bemp, Gavião real, Ariranha, preguiça, etc.
  • O Dia-a-dia do Parque Zoobotânico - Espaço onde alguns prestadores de serviço irão relatar o seu dia-a-dia para manutenção do ambiente, da fauna e da flora do PZB. Os mais antigos serão homenageados com um certificado de agradecimento.
  • Venda de polpas, sucos, comidas típicas
  • 24/08 – Uma Noite no Parque no Parque Zoobotânico (9h às 21h)

Visita noturna no PZB destinada a estudantes da escola Vilhena Alves.

ACOMPANHE O JORNAL PARÁ
Quer ficar bem-informado sobre os principais acontecimentos do Pará e do Brasil? Siga o Jornal Pará nas redes sociais. O JP está no Instagram, YouTube, Twitter e Facebook.

 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalpara.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp