15/02/2023 às 10h15min - Atualizada em 15/02/2023 às 10h15min

Órgãos de segurança iniciam segunda fase da operação Carnaval 2023

Jornal Pará
Com informações da Agência Pará

Elielson Modesto/Ascom Segup

Os órgãos de segurança municipais e estaduais iniciarão, nesta sexta-feira(17), a segunda fase da operação Carnaval 2023. São cerca de 2 mil agentes em 75 localidades, que devem garantir a segurança da população e dos turistas em Belém e nos interiores. A operação será realizada durante todo o período de carnaval, até a próxima quarta-feira (22).

 

Serão adotadas estratégias de policiamento, reforço em unidades policiais, ordenamento do fluxo e equipes de prontidão para resgate. As ações estão sendo tomadas na Região Metropolitana de Belém desde o início do período de folias na capital, no dia 07. A segunda fase, além da Região Metropolitana, também abrange outros municípios com grande fluxo, como Vigia, Abaetetuba, Cametá, Mocajuba, Moju e Salinópolis. 

 

Foram instalados, também, três Centros Integrados de Comando e Controle (CICC) em Salinópolis, Mosqueiro e Cametá, que devem promover integração entre os agentes de segurança, e garantir atendimento rápido e eficaz para a população. As bases serão ativadas às 11h do dia 17.

 

Em Mosqueiro, o CICC funcionará no Caramanchão, próximo à Praia do Chapéu Virado; em Salinópolis, na Praia do Atalaia, próximo ao Atalho da Sofia, e em Cametá, a unidade móvel ficará em frente à Prefeitura Municipal.

 

Em Cametá, uma base do Grupamento Fluvial de Segurança Pública (GFlu), vinculado à Secretaria de Segurança Pública (Segup), também dará apoio ao patrulhamento ostensivo embarcado, garantindo a segurança do tráfego fluvial.

 

Será feita também a fiscalização do trânsito na entrada e saída da RMB, com o objetivo de coibir a criminalidade nas estradas e evitar acidentes. A Lei Seca também será intensificada, em especial em Salinópolis, Outeiro e Mosqueiro. O trabalho também envolverá a fiscalização de bares, casas de shows e similares, com o objetivo de combater a poluição sonora e perturbação do sossego.

 

Participam da Operação "Carnaval 2023" as polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros Militar, Departamento de Trânsito (Detran), Polícia Científica do Pará, Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), grupamentos Fluvial (GFlu) e Aéreo (Graesp) de Segurança Pública, o Centro Integrado de Operações (Ciop), guardas municipais e órgão de fiscalização de trânsito dos municípios, além da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) e Agência de Regulação e Controle de Serviços Públicos (Arcon).


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalpara.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp