29/04/2022 às 21h19min - Atualizada em 29/04/2022 às 21h19min

Pavulagem anuncia o retorno das atividades após 2 anos

Arrastões voltam a animar os domingos a partir do dia 12 de junho

Jornal Pará Publicidade 790x90

Foto: Tayná Façanha
Famoso pelas ruas de Belém, o Arrastão do Boi Pavulagem está de volta com programações culturais e educativas. Após dois anos sem atividades devido os decretos municipais e estadual para prevenir a contaminação da Covid-19, o Instituto Arraial do Pavulagem anunciou nesta sexta-feira, 29, que as atividades retornam já em maio com capacitações e os arrastões em junho.

O arrastão do pavulagem completa 35 anos em 2022 e é uma das manifestações culturais mais populares nas ruas de Belém, atraindo milhares de seguidores para as ruas durante os finais de semana de junho e julho. Após um longo período de atividades suspensas, a agenda já começa a partir do dia 8 de maio com suas primeiras oficinas. Elas acontecem semanalmente com cursos de dança, percussão e utilização de pernas de pau.

Após os cursos, o grupo fará ensaios a partir do dia 23 de maio, com um ensaio geral aberto ao público no dia 9 de junho. Na sequência, os cortejos do boi pavulagem iniciam suas atividades nos dias 12, 19 e 26 de junho, encerrando as atividades no dia 3 de julho. Os arrastões partem sempre da escadinha da Estação das Docas sentido Praça da República.

Para a população que acompanha o arrastão do pavulagem, o anúncio do retorno é uma ótima notícia após dois anos de espera. Para a publicitária, Janilce Pires, Belém fica mais alegre com os cortejos que carregam a história da cultura paraense. “Acompanho os cortejos desde a minha adolescência, acompanhada de amigos e familiares. É uma grande festa que contagia a cidade e resgata a nossa cultura do boi, Verequete e do Carimbó”, revela Janilce que já deixou uma semente da grande festa em seu filho de 8 anos. “Ele acompanhou comigo apenas uma vez e depois chegou a pandemia. Mas agora ele vai poder sentir essa energia contagiante, assim como a gente que está na expectativa de voltar a cantar e dançar nas ruas”, finalizou.

Pandemia
Durante os 2 anos sem atividades presencialmente, o arrastão do pavulagem adaptou suas atividades de forma online, com apresentações ao vivo que aliviaram a saudade de muitos seguidores durante esse período. O técnico em eletricidade indústria, Paulo Sérgio Lopes, acompanhou as “Lives” e afima que ainda se sente inseguro sobre o retorno presencial das atividades. “Perdemos entes queridos para a Covid-19, e em casa eu moro com duas pessoas idosas, uma delas bem debilitada, por isso ainda tenho receio de estar em eventos com grandes multidões, mesmo seguindo os protocolos de prevenção. Por isso vou continuar acompanhando pelas transmissões online”, confessou Paulo.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalpara.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp