30/05/2023 às 11h24min - Atualizada em 30/05/2023 às 11h24min

​Cartórios do Pará promovem campanha de conscientização sobre a vacinação

Pacto Nacional pela Consciência Vacinal conta com os mais de 13 mil Cartórios brasileiros no auxílio para a retomada dos índices de cobertura no País

Carlos Yury

Divulgação
Os mais de 13 mil Cartórios brasileiros são agora pontos de informação da população sobre a importância da vacinação. As unidades aderiram ao Pacto Nacional pela Consciência Vacinal, que tem como objetivo conscientizar a população sobre a importância da vacinação prevista no Plano Nacional de Imunização (PNI) para a prevenção de doenças.

A iniciativa visa a retomada de índices seguros e homogêneos de cobertura vacinal em todo o território nacional. Mesmo com o anúncio do fim do estado de emergência mundial pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em relação à pandemia de Covid-19, a vacinação continua sendo uma medida crucial para controle da doença e melhoria da saúde pública no Brasil.

A Associação dos Notários e Registradores do Pará (ANOREG/PA), entidade que representa todos os Cartórios do Pará, integra a ação do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP). Presentes em todos os municípios brasileiros, os Cartórios contam com uma capilaridade inigualável, impactando e conscientizando a população sobre a importância da vacinação em geral, não apenas em relação à Covid-19.

Após mortes, Shopping de Belém instala grades como medida de prevenção


Para integrar os Cartórios à iniciativa, a ANOREG/BR e o CNMP disponibilizaram uma série de materiais às unidades de todo o país, como cartazes, folders e materiais para as redes sociais, que podem ser utilizados por Cartórios e associações do setor para disseminar a importância da vacinação.

Segundo a presidente da ANOREG/PA, Moema Locatelli Belluzzo, a entidade tem um papel importante na disseminação de informações confiáveis e na conscientização da população sobre a importância da vacinação. “Os Cartórios do Pará têm contato diário com a população e podem contribuir para o combate à desinformação sobre vacinas”, disse. “A vacinação é uma das principais medidas de prevenção de doenças e contribui para a saúde e bem-estar da população. É fundamental manter o foco na vacinação e garantir a retomada de índices seguros e homogêneos de cobertura vacinal em todo o território nacional”, completou.

Considerado um país pioneiro e uma referência internacional em campanhas de vacinação, o Brasil vem apresentando retrocessos nesse campo e praticamente todas as coberturas vacinais estão abaixo da meta. De acordo com dados do Ministério da Saúde, em 2015, o Brasil atingiu uma média de 95% de pessoas completamente imunizadas dentro do público-alvo de cada vacina do Programa de Imunizações, média que chegou a preocupantes 61% em 2021. Em 2020, o índice era de 68% e em 2019, de 73%. O Pacto Nacional pela Consciência Vacinal tem como objetivo atingir uma cobertura vacinal de 90% em todas as vacinas previstas no PNI. É importante lembrar que o PNI inclui outras vacinas, além daquelas contra a Covid-19, que são fundamentais para a prevenção de doenças como sarampo, poliomielite, gripe, entre outras.

 

ACOMPANHE O JORNAL PARÁ

Quer ficar bem-informado sobre os principais acontecimentos do Pará e do Brasil? Siga o Jornal Pará nas redes sociais. O JP está no Instagram, YouTube, Twitter e Facebook.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalpara.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp